Higiene na Maquilhagem

Vamos falar e alertar sobre maquilhagem e a higiene dos produtos.

Presenciei ontem ma situação da qual deveria ter dito algo, mas abstive-me de comentários, ao invés disso decidi fazer este artigo de maneira a poder educar e prevenir situações do género.

Ora então ontem desloquei-me a uma conhecida loja de maquilhagem no Shopping Nova Arcada de Braga, queria testar as máscaras que além de bom preço prometem milagres, entrei encontrei o que queria e seguidamente dei uma volta pelos copos com as várias promoções. Estavam em exposição uns batons de brilho com cor (testers sem tampa e com aspecto muito mau), entra uma cliente com os seus 40 e a jovem colaboradora aproxima-se da cliente que estava a ver esses mesmos batons, a colaboradora prontamente explica as promoções em vigor e a Srª pergunta “posso experimentar estes batons?”, a colaboradora que deveria ter respondido “Claro que sim, recomendo que teste nas costas da sua mão assim também pode comparar tons” , diz “Claro que sim!! Tem ali espelho…”

GELEI…

Como é que uma colaboradora de uma loja de cosméticos que sabe que passam centenas de pessoas na loja e tocam naqueles batons com as mãos diz à cliente para experimentar o dito nos próprios lábios???

A Higiene das Lojas

Deveria ser de senso comum de que quando vamos a uma loja de maquilhagem jamais deveremos experimentar batons ou qualquer outro tipo de produto na nossa própria cara, já imaginou quantas pessoas pegaram no mesmo batom e o pôs nos lábios?

A CBC News fez uma reportagem, que vou deixar no final deste post, onde foram recolhidas 60 amostras de 4 grandes cadeias de cosméticos, o que encontraram foi assustador, mas concerteza nada que já não contassem em encontrar.

As análises revelaram vestígios de bolor, e vários tipos de estreptococos (staphylococci), algo que em contacto com com a pele ou olhos pode causar, infecções cutâneas, infecções oculares (vulgo conjuntivite) e para pessoas mais sensíveis doenças bem mais graves através de esporos de bolor.

Como referi, após efectuados vários testes a este tipo de testers concluiu-se que há uma grande percentagem de bactérias e virus transmissíveis através do contacto da pele ou mesmo fluídos que tenham sido deixados vestígios nesses mesmos produtos de teste em loja, desde gotículas de saliva, ao pó do ambiente a que está exposto o produto normalmente sem protecção (tampas ou qualquer tipo de precaução para evitar o contacto com o ar). Agora a pergunta que todos fazem…

Mas não é suposto estar tudo desinfectado?

Seria… e digo seria porque se pensarmos bem qual é a probabilidade de alguém conseguir desinfectar um tubo de baton, ou um tubo de gloss, ou uma paleta de blush, pó ou sombras?

Se pensarmos bem, muito reduzida!

Até porque muitas vezes os tubos dos batons estão sem tampa ao ar e expostos a tudo o que passa ou pomos a mão, as paletas ficam meses abertas em exposição, dia após dia, e as bactérias continuam a multiplicar e a reproduzir, e não sabendo à quanto tempo estão abertos em loja é uma espécie de cocktail de micróbios que se vai formando.

O que nós devemos e podemos fazer?

Enquanto as lojas não aplicarem medidas de higiene nas suas próprias lojas e não treinarem os funcionários para tal (que eu acredito que haja marcas que até o fazem mas não serão muitas) cabe a nós em primeiro lugar não usar os produtos de exposição em nós mesmos, mas principalmente, avaliar o estado do produto para que possamos entender se é seguro sequer testá-lo nas costas das mãos!

Se o fizerem, seguidamente pedem removedor para retirar qualquer vestígio do produto das costas das mãos, e quando deixarem a loja dirigem-se à casa de banho para lavar estas muito bem.

Pensem não só na vossa saúde mas também na dos que vos rodeiam!

Da mesma maneira que não partilham a vossa escova de dentes, os cosméticos sejam eles cremes ou maquilhagem são pessoais e não devem ser partilhados.

Outra coisa a ter em mente é que, o simples facto de borrifar álcool seja nos produtos ou pincéis não mata estes organismos na totalidade, remove uma parte mas os mais resistentes mantêm-se.

Assim sendo fica o um alerta sobre este assunto de higiene! E se é colaboradora de alguma loja de maquilhagem ou cosméticos e está a ler isto, por favor não diga ao seu cliente para usar os produtos de exposição, são pequenos focos de possíveis infecções e nada seguros para o consumidor.

Caso tenham mais curiosidade sobre o assunto podem ver esta pequena peça feita pela CBC sobre o assunto.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.